segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Bom dia.

Rostos sérios
Olhares perdidos
Hálitos secos
Cheiro de sabonete...
Onde fica a mágica?
Vou pôr o piano
Numa boa música
Vou fechar os olhos
Sentir os gosto de café com chocolate
E daí alimentar a esperança
Ter fé
De que esse vai ser um bom dia.

Bom dia.

(Ísis Delmiro)

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Olhos Fundos.

Atrás desses olhos fundos há um mundo que você não conhece.
Não são somente lágrimas guardadas, há os sonhos, os desejos, as mágoas, as dores, os amores.
Não pense que o sorriso, a maquiagem e a conversa corriqueira mostram o que se é. Não, não mostram nada.
Ela ama, odeia, sofre, chora, explode, definha, engole seco, leva a punhalada, congela de medo, irradia alegria, se sente plena, se apaixona, estranha, se decepciona, sente saudade, deseja, sente dor .... tudo com o mesmo sorriso, a mesma maquiagem e a mesma conversa.
Ter um vislumbre do mundo atrás dos olhos fundos, só acontece com quem tem olhos de ver. E de sentir.
Lá o tempo, o céu, o cenário, tudo, tem cores e flores só dela.
A tela, é ela. E muda, se transforma a cada emoção... sentimento... momento.

Mas... você consegue ver?